Notícias

13/08/2019

Vereadora cria projeto que dispõe sobre a divulgação da lista de espera dos cadastrados para participar de programas habitacionais populares no município.

     Na sessão desta segunda-feira, 12 de agosto, a Vereadora Claudete Gaio Conte, informou que protocolou o Projeto de Lei nº 035/2019, que dispõe sobre a divulgação da lista de espera dos cadastrados para participar de programas habitacionais populares no município de Flores da Cunha.

     Diante da aprovação pelos vereadores de um programa intitulado Meu Primeiro Lar, para destinar moradias populares a munícipes em situação de vulnerabilidade social e baixa renda através de contrato com a Caixa Econômica Federal e com incentivos da Administração Municipal, além do projeto para construção de 144 unidades habitacionais, bem como a entrega do Loteamento Popular Nova Roma com 28 terrenos, foram os motivos que incentivaram a vereadora a elaborar o projeto, a fim de garantir a transparência das informações. Atualmente, a Secretaria do Desenvolvimento Social possui mais de 600 cadastros na fila de espera para participar de programas habitacionais. Os beneficiários, que estavam previamente cadastrados, atenderam a critérios como a renda de até três salários mínimos e residir na cidade a pelo menos cinco anos, com prioridade para idosos, deficientes, pessoas com doenças crônicas e com impossibilidades de trabalhar.

     Outro assunto tratado pela vereadora foi seu Projeto de Lei Complementar nº007/2019, aprovado pelos vereadores na mesma noite, que pretende incluir no Código de Posturas, também o atendimento prioritário às pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Importante salientar que o atendimento prioritário é para todos os estabelecimentos do município, sejam eles públicos ou privados. Os cidadãos portadores de qualquer deficiência, idosos, gestantes, lactantes, pessoas acompanhadas com crianças de colo fazem parte do atendimento prioritário.

     A vereadora parabenizou a comissão responsável pela organização da escolha das soberanas da 14ª Fenavindima, bem como a eleição da nova corte que coroou a rainha Fernanda Molon Andreazza e as princesas Júlia Brandalise Dondé e Sabrina Variani. Claudete informou que irá solicitar os valores investidos no evento, desde a sonorização, vestimenta das candidatas, preparação, banners, aluguéis, divulgação. “Farei este pedido, não para criticar... mas para endossar que evento bem organizado tem o seu custo”, conclui a Vereadora.

Galeria de Imagens