Notícias

11/02/2020

Vereador Samuel lamenta índices e incentiva programa Federal no combate as causas da gravidez na adolescência.

    Na sessão desta segunda-feira, 10, o Vereador Samuel de Barros Dias (PTB) usou a tribuna para falar sobre o Programa lançado pelo Ministério da Saúde, que trata sobre a gravidez na adolescência. Diante da importância do projeto, o vereador buscou dados sobre o município de Flores da Cunha que, apesar do alto índice de desenvolvimento em todas as áreas, existam 60 adolescentes grávidas. No Brasil, em 2018, 66% das gestantes, cerca de 434.573, eram adolescentes. Em dados gerais, para cada 1000 adolescentes, 65 passam pela gravidez na adolescência na América Latina, sendo 68/1000 no Brasil e 46/1000 a nível mundial. Outro dado alarmante trazido pelo vereador foi que o Rio Grande do Sul é o segundo estado com maior número de crianças para adoção, ficando somente atrás de São Paulo. Para o edil essas campanhas estão sendo ineficientes no combate a gravidez. “Precisamos trabalhar na causa e não no efeito... vemos nossos adolescentes acessando a sexualidade muito cedo, como temos conhecimento de meninas de 10 ou 11 anos grávidas”, destaca o vereador.